Aymorés, de Ubá, ensaia volta

Aymorés, de Ubá, ensaia volta

Aymorés, de Ubá, ensaia volta

A reestruturação do Sport Club Aymorés, conhecido como “Azulão”, de Ubá, na Zona da Mata Mineira, começou em março de 2017, com a posse da nova direção do clube, que briga para colocar o clube de volta ao futebol profissional – mais precisamente na Segundona Mineira -, que não acontece desde 1994.
.
“Hoje o Aymorés não tem dívida ativa, regularizou pendências, sendo a principal com a FMF [Federação Mineira de Futebol], visto que desde 1995 estávamos inadimplentes, habilitando-nos a participar da Segundona no ano que vem. É um clube que paga as suas contas e que busca e necessita constantemente de parceiros para poder realizar seu projeto, por isso temos a convicção de que estamos no caminho certo e de que iremos realizar um grande trabalho em 2018”, disse Antônio da Costa Ribeiro Júnior, presidente do clube.
.Visando trabalhar a longo prazo, a direção do clube iniciou os trabalhos junto ao treinador Eduardo Luersen em meados de junho deste ano, com cerca de um ano de antecedência para o Campeonato Mineiro da Segunda Divisão. O treinador, baseado em sua experiência, vem participando ativamente do processo de reestruturação do clube.
.
“Iniciamos informalmente as conversas com Eduardo em dezembro de 2015, após o grande trabalho que ele ajudou a executar no Figueirense, de São João del-Rei, e percebemos que o nosso projeto é muito semelhante ao que foi elaborado e executado lá”, comentou Mário Barletta Schiavon, Diretor de Futebol do Aymorés.
.
O Professor Eduardo chegou a Ubá em junho para ajudar na organização do clube, e, principalmente, para comandar a equipe Sub-20 na Copa Alterosa de Futebol Regional, que foi realizada entre julho e novembro desse ano, quando o Aymorés sagrou-se campeão após uma excelente participação.
.

Com o título, a invasão dos torcedores foi inevitável

“Como a Segunda Divisão é Sub-23, entendemos que já possuímos uma base muito sólida em casa com a equipe Sub-20, e que poderemos aproveitar, em 2018, a maioria desses atletas”, disse o treinador.
.
Para essa reestruturação, o Aymorés, em parceria com o Grupo Sphera, iniciou um trabalho de massificação do nome e da marca do clube. O Facebook oficial do clube (www.facebook.com/scaymores) realiza transmissões ao vivo dos jogos, transmite noticias em tempo real, mostra bastidores e mantém atualizações constantes, que fizeram com que o número de adeptos e seguidores crescesse de pouco mais de 400 em junho para mais de 5 mil atualmente.
.
Outro ponto positivo foi a criação do programa de Sócio Torcedor, que está atraindo os antigos torcedores e fomentando uma nova geração de pessoas envolvidas com essa fase de modernização do clube. O aumento do número de torcedores e pessoas interessadas em acompanhar os jogos do Azulão também levaram a diretoria a solicitar, com bastante antecedência, a vistoria do estádio Affonso de Carvalho junto à FMF. A vistoria foi realizada em novembro deste ano, havendo a necessidade de adaptações e melhorias que já estão sendo providenciadas para proporcionar maior acessibilidade e conforto aos torcedores.
.

Eduardo Luersen vem trabalhando com afinco no projeto de reestruturação do clube

“Trabalhamos com um ano de antecedência para chegar na Segunda Divisão organizados e com dinheiro em caixa, para que os atletas e Comissão Técnica que integrarem o grupo de trabalho do Aymorés tenham plenas condições de desempenhar seu trabalho e colocar, de vez, o nosso Azulão no cenário do futebol profissional”, finalizou o mandatário do clube.
.
Após 24 anos afastado do futebol profissional, o município de Ubá, que é considerado o principal polo moveleiro do estado, vive a expectativa do retorno do Sport Club Aymorés em 2018. De acordo com o calendário divulgado pela FMF, a expectativa é de que a Segundona Mineira se inicie em 05 de agosto e se encerre em 27 de outubro, perfazendo um total de 18 datas.
Compartilhe ...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *